Sobre o amor infinito que sempre existiu entre nós.

Ela nasceu no dia vinte e quatro de março de dois mil. Um pouco depois do carnaval.

E eu me lembro bem quando o médico veio ouvir o coração pela última vez, de dentro da minha barriga. Suas batidas foram comparadas à bateria da Mangueira a todo vapor no carnaval.

Com os meus recentes dezessete anos, foi a primeira vez que eu me senti mãe. Ali, na ante-sala de parto, eu tinha certeza absoluta que estava a poucos minutos da estréia de uma pequena extensão de mim.

Trinta e seis semanas, quase nenhuma barriga, dor, medo, culpa, nenhum juízo e uma única certeza: a escolha era minha.

Raiou a luz na sala de parto. Envergonhada pela minha nudez, num choro contido – quase sem lágrimas – estreou Anna Julia.

Continue lendo

Bodas de madeira {Nú e Dani}

Ontem enquanto tocava Pearl Jam no carro, nos olhamos, sorrimos e você pegou na minha mão. 
Eu poderia congelar aquele momento se não fosse a voz delícia de Eddie Vedder dando continuidade à música e aos meus pensamentos…
Aquele mesmo menino por quem me apaixonei perdidamente tá aqui do meu lado! 
Quem diria que você se tornaria o melhor companheiro de viagem off surf?! Quem diria que eu curtiria tanto uma play list rock’n roll? 
Tantas inversões que se atraem na nossa conchinha.

Continue lendo

Cena

Já vi essa cena algumas muitas vezes. Pra mim é sempre emocionante.
Levo como aprendizado de vida: nunca desacreditar no amor e sempre renovar meus sonhos.
De longe, envio meu pensamento positivo: que aprendam a dizer sim. Todos os dias. Como se fosse a primeira vez.

Continue lendo

Meu pai.

O menino do lado direito e camisa preta na foto é o meu pai. Do lado esquerdo minha vó Nilsa e atrás dele meu vô Almerindo. Eu lembro desses dois, como se fizessem parte da minha vida até hoje. Minha vó era doce, falava devagar e tinha um sorriso tão lindo… meu vô era mais […]

Continue lendo

Os 10 anos do Téo, por ele mesmo.

“Era o dia do meu aniversário. O tema era bodyboard (tipo de surf). Queria meu aniversário em um lugar ao ar livre. Todos os meus primos foram e familiares também. Meu pai de se orgulhou do jeito que tratei os convidados, com educação e amor. De presente ganhei uma bola de rugby. Era churrasco, coisa […]

Continue lendo

Desacelerar.

Nove da manhã. Alongamento, espreguiçadeira, um mergulho, água quente, vento no rosto, praia deserta, só nós dois. Sorte. Agradecimento. Pensamento voa longe, sem fim… tão infinito quanto o horizonte desse mar. É preciso pouco. Desacelerar. Cinco cervejas pra mim. Água de coco pra ele. Ceviche pra dois. Eu e ele. Ele, entediado, precisando de mais […]

Continue lendo

Construção

Há alguns anos atrás, enquanto nosso carro trafegava pela Rodovia do Sol – sentido Guarapari, pela janela eu observava a paisagem, perdida entre meus pensamentos. Logo à direita uma casinha de madeira anunciando a venda de casas do mesmo porte. Suspirei. “Ah, meu sonho uma casinha de madeira!” O marido, que estava ao lado, não […]

Continue lendo

Arquitetando

Acredito que uma das melhores coisas da vida é buscar conhecimento. E é por isso que da forma que me cabe, vou me aproximando do quase impalpável… Gosto de estar perto de gente, coisas e lugares que me deixem à vontade para responder a quantas perguntas couberem na minha curiosidade. Dessa vez, me inscrevi em […]

Continue lendo