Portugal

De Madrid à Portugal {Parte 2}

Ainda não leu a parte 1 dessa viagem? Clica aqui.


{Dia 4} – Cascais / Lisboa

Ganhamos um céu azul maravilhoso. Dia perfeito pra alugar uma bike e pedalar pela orla de Cascais.
A intenção era ir da marina de Cascais até a praia do Guincho… mas são quase 9 km pedalando contra o vento, em uma bike desconfortável. Não rolou. Pena. :-(
Mas, andamos bem. Chegamos até a metade do caminho, com paradinhas para recuperar o fôlego e hidratar.

IMG_1200
Boca do inferno

IMG_1210You, Do You!.pngIMG_1214You, Do You! (1)

Enquanto pedalávamos de volta, ainda fomos surpreendidos por um grupo de golfinhos. Só gratidão!

Manhã infinitamente maravilhosa.

Esticamos mais um poquinho e almoçamos no MAR, na praia da Rainha. Restaurante turístico, com preço turístico, mas surpreendente. A descoberta da vez foi ameijoas à bulhão pato, regada no azeite, alho e coentro. (queria comer AGORA!)

ameijoasabulhaopato516.jpg
Foto retirada do site: www.iberismos.com

Cascais é bem pertinho de Lisboa, e com o carro à disposição fica tudo mais fácil e acessível.
Passamos o finalzinho de tarde na LX Factory, em Lisboa. A LX era uma antiga fábrica, que hoje abriga artistas, publicitários, músicos, a galera da moda, da arquitetura, tem várias lojinhas descoladas, artesanais, curso de gastronomia e restaurantes ótimos.
Lugar “incriveland” pra alguém tão hippie-colorida quanto eu. (heheh)

IMG_1236IMG_1239adão

Jantamos no restaurante A praça. Dica: reserve. Dá pra reservar aqui nesse site: The Fork.
É bem cheio e disputado. Mas mesmo se não conseguir reservar (como nós não conseguimos), vale cada minuto de espera. Enquanto isso você pode namorar as lojinhas ou tomar um drink em um daqueles barzinhos com mesas comunitárias, iluminadas por gambiarras. Juro que dá vontade de entrar em todos os cafés, bares e restaurantes no mesmo dia.

Terminamos a noite fazendo uma jogatina no Casino Estoril.
Em menos de 10 minutos, entre o caça níquel e a roleta, descolamos 262 euros. Não tínhamos nenhuma intenção, porém tivemos bastante sorte. Saímos correndo, fugindo da nossa vontade incontrolável de jogar só mais um pouquinho. Incrédulos, gargalhamos infinitamente. (até hoje!)

Que dia, que dia!

Volto em breve pra te levar ao Algarve e contar onde investimos nossos 262 euros.

DEIXE SEU COMENTÁRIO