California

De San Francisco à Vegas {Parte 4}

Para ler o post anterior a esse, clique aqui.

{Dia 9} – Disneyland

Como disse Walt Disney: “Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo. Mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade.”

Chegando na Disneyland, fomos recepcionados por nosso casal conto de fadas: Márcia e Glaubert. Já contei que eles se conheceram trabalhando na Disney, né? No ano que fomos pra Califórnia, eles estavam morando bem pertinho da Disneyland e tinham passe anual. Passamos o dia juntos e vimos o parque com outros olhos. Foi sensacional tê-los como guia! Guias especializados em pessoas com fobia (ahahahaha).

Além deles agilizarem todo o esquema de horários com o fastpasss eles ainda nos levaram exatamente nos brinquedos em que eu não morreria do coração. Começamos no Ursinho Pooh (juro que foi super tenso), passamos pela Haunted Mansion , fugi do brinquedo do Indiana Jones e finalizamos com uma mini montanha russa do Piratas do Caribe – experiência única de adrenalina para a pessoa medrosa que vos escreve.

Nosso dia foi maravilhoso! Principalmente por tê-los com a gente em um local que teve tudo a ver com a história desse casamento.

{Dia 10} – Venice e Santa Monica

Reservamos esse dia para pedalar de Venice até Santa Mônica.

As bicicletas já estavam inclusas no aluguel do nosso apartamento.

Chegamos no pier de Santa Mônica com sede e seguimos a dica da Rachel e Thiago: Almoçar no Bubba Gump. Não foi nada barato, mas foi divertido comer camarões despejados em papel impresso como jornal.

Matamos a sede com Corona Rita (drink feito com Coronita + Tequila) e sai de lá gargalhando como se não tivesse pago alguns muitos dólares pelo nosso almoço. Quem converte não se diverte. E eu me diverti!

{Dia 11} – San Diego (Zoo e Dog Beach)

Seguimos para San Diego.

Deixamos as malas no carro e fomos logo conhecer o zoo de San Diego. Tava alucinada pra ver os pandas.

O zoológico é bem legal. Melhor que ver o panda, foi ficar cara a cara com o chipanzé, separados apenas por um vidro.


Fiquei bastante tempo observando o gigantão urso polar.

Já o panda, dá vontade de colocar no colo, mas como ele é a atração principal, tinha uma fila considerável e o vimos super rapidinho. :-(

Antes de seguir pro hotel, paramos na Dog Beach e ficamos algumas boas horas sentadinhos na areia observando os cachorros brincarem. Que maneiro ter uma praia destinada aos dogs.

Nosso hotel foi o Kings Inn San Diego. A localização era boa e o preço justo.

{Dia 12} – Mission Beach e Ocean Beach

Nossa dia foi uma delícia. Ventava gelado, mas em nenhum momento desanimou a nossa caminhada pela orla de Mission Beach. Adoro observar casas e como vivem os locais. E que delícia ter uma casinha de praia ali, bem em frente ao mar, sem muros, com churrasqueirinha, espreguiçadeira e sala envidraçada. Como deve ser bom morar com segurança.

Enquanto eu me perdia nos sonhos, o calçadão bombava de gente andando de skate, patins, bicicleta e se divertia com o cachorro. Cotidiano feliz de quem mora bem!

Foto: San Siego Reader

Aplausos para o pôr do sol maravilhoso no Pier de Ocean Beach.

{Dia 12} – Las Vegas

Partiu Vegas!

A primeira parada: Museu do Mc Donald’s. Foi o local onde foi construída a primeira lanchonete, pelos irmão Dick e Mac. Aqueles da história que você viu no filme Fome de Poder.
Eles tem um acervo gigante do primeiro brinquedo, primeiro copo. Mas tá tudo muito abandonado e empoeirado. Vale a visita pra esticar as pernas e seguir viagem até Vegas.

Segunda parada: Calico Ghost Town. A cidade fantasma nos faz sentir-se figurante total de um cenário do velho oeste.

Almoçamos no Calico House Restaurant e o chão é coberto por cascas dos amendoins que acompanham a cerveja. Achei interessante.

Meu coração, que não se engana, tava meio esquisito… Tava incomodada, ansiosa e não tirei fotos. Queria logo uma conexão wifi pra saber notícias da minha família no Brasil.

Enquanto nos aproximávamos de Vegas, fiquei chocada com a quantidade de luzes, prédios, telões. Eu nunca tinha visto nada igual, nem de longe. Bizarro.

Em Vegas nos hospedamos no Best Western Plus Casino Royale, a localização é ótima. Não turistei muito (ou nada), mas acho que dali dá pra fazer muita coisa a pé.

Wifi conectado e tive a infeliz confirmação sobre aquilo que me apertou o peito durante todo o dia: Minha irmã, Jéssica, tinha sofrido um grave acidente. 

A viagem acabou ali pra mim. Fiquei mais 4 dias trancada no quarto do hotel.

Saí apenas uma noite. Fomos assistir ao show do David Copperfield, que foi incrível. Super vale!

Foi péssimo terminar a viagem dessa forma, com o coração saindo pela boca. Mas sempre tem um lado bom (ou ótimo!): Minha irmão se recuperou, tá linda e loira e temos excelentes motivos pra voltarmos à Vegas, inclusive juntas!

Espero que gostem!

E até a próxima aventura. ;-)

DEIXE SEU COMENTÁRIO